Foz

Nas minhas veias corre um amor que é como um rio caudaloso em correnteza que ainda não encontrou onde desembocar suas águas e vive por aí vencendo obstáculos a procura do mar imenso ou de outro rio que possa levar suas águas até ele.

- Onde andará você, destino das minhas águas?



Comentários

  1. como faço pra sua seguidora nessa blog chuchuzão..tô querendo entrar nesse tal de blogspot...

    ResponderExcluir
  2. Ah amigo meu, esse foi um de meus questionamentos dia desses?
    A espera por um amor, pra poder sentir as famosas borboletas no estômago, como sempre me refiro em algum post.
    As vezes, não sei se você tem essa impressão...que o fato de não encontrar alguém pra amar novamente, nos faz pensar em amores antigos.
    Mas vamos lá, uma hora acontece né?!
    SORTE pra você...e se você encontrá-lo primeiro que eu, diga-o que o estou esperando.

    Beijão amigo.

    Adoro você!

    ResponderExcluir
  3. Vi e ouvi em um filme... "O amor é como joaninhas! - basta você parar de procurá-lo e deitar na grama que ela te encontra".
    ficadica com carinho!

    ResponderExcluir
  4. Onde andará esse feliz destino??

    Com certeza será alguém de sorte!

    :)

    amo-te meu irmão e amigo querido!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Deita no meu peito

A arte do encontro

Retorno (mais um)