terça-feira, 19 de agosto de 2014

Versos perdidos esvoaçam



Versos perdidos esvoaçam pelo céu
- E o céu é desses de noite límpida e clara
com lua cheia e estrelas cadentes!
Uma viola, uma gaita;
vozes ressoam na noite,
em uníssono, entoam uma canção
E a canção ecoa, levada pelo vento

A canção... não sei de que fala,
mas conforta o coração de seus cantores
e lhes estampa um sorriso na face
e preenche a noite de alegria e,
porque não?,
de felicidade.

Versos perdidos esvoaçam pelo céu
e sabem que ali não há necessidade deles,
que há bastante poesia na feliz reunião
de amigos que cantam na noite estrelada

Versos perdidos se vão esvoaçantes,
continuam sua jornada à procura
de um coração de poeta!